Hoje: 22/07/2019
    Horas: 00:00:00
×
MG:  Avô abusava de netos de 4 anos e os ameaçava para não ser denunciado

MG: Avô abusava de netos de 4 anos e os ameaçava para não ser denunciado

  • 12/07/2019
  • Metrópoles

Um homem de 75 anos foi preso na manhã desta sexta-feira (12/07/2019) suspeito de abuso sexual. As vítimas são os próprios netos, que sofreram por pelo menos sete anos.

Os abusos começaram quando as crianças tinham 4 anos de idade, de acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais. Atualmente, a vítima que aparece no procedimento instaurado na Delegacia de Proteção a Criança e Adolescente (DPCA) tem 11.

As crianças relataram que os crimes eram praticados na casa do suspeito e que a avó presenciou os atos em algumas oportunidades. Elas contaram ainda que, quando eram muito novas, não entendiam o que estava acontecendo e acreditavam que os abusos eram uma forma de carinho.

Assim que cresceram e começaram a se sentir desconfortáveis com a situação, as vítimas relatam que o avô as ameaçava falando que, caso contassem o que acontecia para alguém, a mãe morreria por uma doença terminal, o pai se suicidaria e ele as colocaria separadas em orfanatos.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho