Hoje: 19/11/2019
    Horas: 00:00:00
×
Guarantã do Norte deve lançar este mês chamamento para ser feita PPP visando instalar aterro sanitário

Guarantã do Norte deve lançar este mês chamamento para ser feita PPP visando instalar aterro sanitário

  • 12/07/2019
  • Só Notícias

O secretário municipal de Governo e Articulação Institucional, Eugênio Caffone, prevê que será publicado, este mês, o chamamento público para as empresas concorrerem a implantação de aterro sanitário, através da primeira PPP – Parceria Público Privada, em uma área de 50 hectares, localizada a 20 km do centro de Guarantã que terá capacidade para receber 100 toneladas/dia também dos municípios da região – Matupá, Peixoto de Azevedo e outros. Guarantã do Norte tem produção de aproximadamente 23 toneladas de lixo por dia que vão diretamente para o lixão.

A licença de instalação foi emitida pela secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e outros órgãos ambientais. No aterro serão destinados, de forma correta, os resíduos sólidos e, com isso, o município passa a atender a legislação vigente.

Segundo o engenheiro sanitarista Paulo Araújo, responsável pela elaboração da PMI (Procedimento de Manifestação de Interesse), o aterro deverá o resíduo a ser tratado é de classe I e II – resíduos que apresentam periculosidade ou pelo menos uma das seguintes características: inflamabilidade, corrosividade, reatividade, toxicidade ou patogenicidade. Os resíduos classe II – não perigosos e podem ter propriedades como biodegradabilidade, combustibilidade ou solubilidade em água. Os resíduos classe II B são considerados inertes quando amostrados de uma forma representativa e submetidos a um contato dinâmico e estático com água destilada ou desionizada, à temperatura ambiente não tiverem nenhum de seus constituintes solubilizados a concentrações superiores aos padrões de potabilidade de água, excetuando-se aspecto, cor, turbidez, dureza e sabor, informa a assessoria.

Não foi feita previsão de quando o aterro deve começar a operar e receber lixo dos municípios da região de Guarantã.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho