Hoje: 24/08/2019
    Horas: 00:00:00
×
Seguranças da UFMT fecham guaritas em protesto por salários

Seguranças da UFMT fecham guaritas em protesto por salários

  • 09/08/2019
  • Gazeta Digital

Atualizada às 8h15 - Seguranças da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) bloqueiam o acesso de veículos no campus de Cuiabá. A reivindicação é pelo pagamento de salário, que está com 3 meses em atraso, e do tíquete alimentação, que não é pago há 4 meses. Outro direitos trabalhistas como FGTS e INSS também não foram pagos nesse período.

 

Com medo de se identificar e sofrer represálias, os seguranças contam que estão passando necessidade sem os pagamentos. "Nós estamos com 3 meses sem receber salário e tíquete alimentação. Só isso que nós queremos. Nossos filhos não têm nada em casa. A empresa não fala nada, UFMT não fala nada", reclamou um dos vigias.

 

Outro funcionário da empresa terceirizada afirmou que a situação é precária. “São 3 meses de salário e 4 de tíquete alimentação. FGTS e INSS não foram depositados. Pedi para ser mandado embora e ouvi um convite para pedir contas. Já estou lascado, com nome sujo na praça e empresa pede para eu pedir contas”.

 

Sem nem mesmo previsão de quando receberão os salários e benefícios atrasados, a perspectiva para o Dia dos Pais, comemorado no domingo (11) não é boa. “Dia dos pais vou passar sem nada, faltando as coisas. Tenho dois filhos, estamos na correria, fazendo outras coisas. Vou passar dia dos pais só com a família, quase sem nada em casa”, contou um dos seguranças.

 

Atualizada às 8h17 - Os seguranças da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) fecharam as guaritas do campus em protesto pelos salários atrasados na manhã desta sexta-feira (9). Eles são contratados por uma empresa que presta serviços para a UFMT e estão sem receber os pagamentos há mais de 3 meses.

 

Com o fechamento das guaritas, foi impedida a entrada de veículos. Pedestres podem circular normalmente pelo campus. A manifestação começou por volta das 6 horas e a previsão é que os manifestantes fiquem no local o dia todo. A universidade funciona normalmente, porém, os motoristas deixaram os veículos nas ruas de acesso à UFMT.

Mais informações em instantes.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho