Hoje: 24/08/2019
    Horas: 00:00:00
×
Estado repassa mais de R$ 9 milhões para saúde de Cuiabá, Várzea Grande e outros 11 municípios, Guarantã do Norte fica de fora

Estado repassa mais de R$ 9 milhões para saúde de Cuiabá, Várzea Grande e outros 11 municípios, Guarantã do Norte fica de fora

  • 09/08/2019
  • O Documento

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), repassou aos Fundos Municipais de Saúde (FMS) o valor de R$ 9.201.000,00, destinado aos serviços de saúde de Atenção Hospitalar de Referência. O valor pago é relativo à competência de junho de 2019.

O pagamento foi definido por meio da Portaria 248/2019, publicada no Diário Oficial que circulou na última segunda-feira (5). De acordo com o documento, o valor total do recurso foi divido entre 13 municípios do Estado, conforme mostra a tabela abaixo.

.

Região Municípios Valor
Baixada Cuiabana

 

 

 

 

Cuiabá

 

R$ 3.300.000,00
 

 

Várzea Grande

 

R$ 1.300.000,00
Baixo Araguaia Confresa R$ 500.000,00
 

 

Centro Norte

 

 

 

Diamantino

 

 

 

R$ 250.000,00

 

 

Nortelândia

 

 

 

R$ 100.000,00

Garças Araguaia Barra do Garça R$ 800.000,00
Nordeste Juína R$ 301.000,00
Norte Araguaia Karajá São Felix do Araguaia R$ 250.000,00
Sudoeste Pontes e Lacerda R$ 450.000,00
 

 

Sul Mato-grossense

 

 

Jaciara

 

 

 

R$ 100.000,00

 

 

 

Primavera do Leste

 

 

 

R$ 300.000,00

 

 

Rondonópolis

 

 

 

R$ 1.300.000,00

Vale do Arinos Juara R$ 250.000,00
  Total R$ 9.201.000,00

A secretaria adjunta de Aquisições e Finanças da SES-MT confirmou que o valor foi pago nesta quarta-feira (7). Os recursos são transferidos pela SES-MT e repassados aos Fundos Municipais de Saúde, que efetivam os pagamentos por serviços executados pelas unidades hospitalares. O investimento tem como objetivo a melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho