Hoje: 24/08/2019
    Horas: 00:00:00
×
11 partidos estão com prestação de contas irregulares nos 5 maiores municípios de MT

11 partidos estão com prestação de contas irregulares nos 5 maiores municípios de MT

  • 12/08/2019
  • Gazeta Digital

Onze partidos políticos em Cuiabá estão com irregularidades em suas prestações de contas, o que pode impedir essas siglas a disputarem as eleições municipais do ano que vem.

 

De acordo com os dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso, na capital, as 11 siglas não prestaram contas em relação ao exercício de 2018.
 

O partido vice-prefeito de Cuiabá Niuan Ribeiro, o PSD, foi um dos que estão irregular e poderá ter problemas no pleito do ano que vem.

 

O Podemos, Rede, SD, PCdoB, Patriotas, PMB, PPS, PRB, PRP e PRTB também terão que resolver suas pendências na Justiça Eleitoral.
 

Já em Várzea Grande, região metropolitana da capital e segundo maior colégio eleitoral do Estado, são 19 partidos que não estariam aptos a disputar as eleições, caso ocorressem neste ano. MDB, PT, PSDB, PSB, PP, PPS, PL, PDT, SD, PSC, PTC, Avante, Pode, PV, Rede, Patriotas, PHS, PMB, PRP, não tiveram suas contas aprovadas.

 

Em Rondonópolis (212 km ao sul de Mato Grosso) 10 legendas estão irregulares também por problemas de prestação de conta. O PL (Antigo PR), do senador Wellington Fagundes (PL), que é uma das principais lideranças do município está irregular. Assim como o Psol, PTC, Rede, PCdoB, Patriotas, PMN, Pros, PRP e PRTB.

 

Em Sinop (500 km ao norte de Mato Grosso), são 14 siglas irregulares por ausência de prestação de contas. Entre elas o MDB, do vice-prefeito Gilson de Oliveira. O PSDB, PTB, PTC, Podemos, PV, Rede, SD, Patriotas, PMB, PP, PRB, Pros PRP, também endossam a lista.

 

Também em Cáceres (225 km ao leste do Estado), 14 partidos estão com problemas na justiça eleitoral. O PSB, PSC, PSD, Avante, Pode, DEM, PCdoB, Patriotas, PHS, PMN, PP, PRB e PRP, não prestaram contas.
O SD, do deputado federal Drº Leonardo Albuquerque, também está com problemas na prestação de contas.

 

A falta ou a desaprovação total ou parcial da prestação de contas realizada pelos partidos tem como consequência a suspensão de novas cotas do Fundo Partidário e sujeita os responsáveis às penas da lei.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho