Hoje: 24/08/2019
    Horas: 00:00:00
×
Governo reduz tarifas de importação de remédios para câncer e Aids, fraldas e absorventes

Governo reduz tarifas de importação de remédios para câncer e Aids, fraldas e absorventes

  • 14/08/2019
  • O Globo

Medida foi tomada para diminuir preços ao consumidor e custos de setores público e privado. Alíquota ficará entre zero e 2%

Desde o último dia 7 deste mês, comprar no exteriorfraldas descartáveis, absorventeshigiênicos e medicamentos para tratamento de pacientes com câncer e HIV/Aids ficou mais barato. As tarifas de importação, antes de até 18%, foram reduzidas de zero a 2%. 

Esses produtos estão inseridos em uma lista de 17 itens que tiveram asalíquotas de importação rebaixadas. Seguindo a nova diretriz do governo no sentido de abrir o mercado brasileiro para os importados, também ficou menor a tributação de vários insumos industriais , além de partes, peças e equipamentos para a construção e operação de centros de dados (data centers).

Segundo o Ministério da Economia, a medida tem por objetivo diminuir o custo de produção das empresas instaladas no Brasil e o preço dos produtos para os consumidores. O órgão projeta uma redução de gastos com tarifas de importação em torno de R$ 150 milhões por ano, incluindo empresas privadas e o governo federal, que compra medicamentos no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

Para atrair investimentos, no início do mês,  o governo decidiu reduzir a zero as alíquotas de importação de 281 máquinas e equipamentos pelo regime de ex-tarifário - em que é cobrado um imposto menor para o ingresso de produtos não fabricados no Brasil.

O governo brasileiro pode alterar unilateralmente as alíquotas de importação - ou seja, sem negociar a medida com os demais sócios do Mercosul - porque esses produtos fazem parte da Lista de Exceções à Tarifa Externa Comum (TEC), praticada no comércio com países que não fazem parte do bloco sul-americano. Esse mecanismo permite a aplicação de tarifas diferentes das previstas pela TEC.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho