Hoje: 24/08/2019
    Horas: 00:00:00
×
Especialistas fazem alerta sobre vacinas

Especialistas fazem alerta sobre vacinas

  • 14/08/2019
  • Redação Bonde com Assessoria de Imprensa

Até o início de agosto, foram confirmados 646 casos de sarampo em oito estados brasileiros. Tal quadro fez com que o Ministério da Saúde colocasse em operação o COE (Comitê Operativo de Emergência em Saúde). Foi um alerta de que existe a possibilidade da decretação de estado de emergência pública. 

Segundo a médica e pesquisadora Elba Lemos, chefe do Laboratório de Hantaviroses e Rickettsioses do IOC/Fiocruz (Instituto Oswaldo Cruz), o País enfrenta atualmente outras ameaças no campo da virologia. Um desses perigos tem como sujeito o poliovírus, a causa da poliomielite em humanos.

"Com todo esse movimento antivacina a diversas doenças, estamos sim vulneráveis, como à coqueluche, tétano, difteria e hepatite B, entre outras. O número de pessoas imunizadas vem diminuindo e os riscos crescendo. É um retrocesso em saúde pública, um retrocesso ao século passado".

Outro complicador, aponta Elba Lemos, é a deficiência do Brasil em termos de água e saneamento básico. Ela ainda adverte os formadores de opinião e a todos que tratam com a comunidade, no dia a dia, de que é necessário responsabilidade e respeito à ciência. 

"Negar a imunização é um facilitador para o retorno de uma série de doenças consideradas erradicadas até então. São de uma leviandade total essas pessoas que fazem pregação contra as vacinas, criando fakenews, espalhando falsamente que provocam autismo, infertilidade; só para citar alguns exemplos". 

Para conscientizar não só aos cidadãos, mas inclusive os médicos e demais profissionais de saúde, um grupo de acadêmicos do IOC criou recentemente um jogo de baralho, à semelhança do Uno, cujo objetivo é esvazias as mãos. Chama-se Imune e tem cartas como Rotavírus, Bônus Vacina, Cientista, Pesquisador, Risco, Bocavírus e por aí segue. 

"Temos de buscar toda e qualquer forma de orientação", pondera Elba sobre a proposta lúdica. "Precisamos ocupar os espaços, falar mais do que nunca que nos benefícios da imunização. Se a vacinação é negada, pessoas ficam vulneráveis e os vírus podem circular livremente", completou.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho