Hoje: 17/09/2019
    Horas: 00:00:00
×
MG:  Coronel invade sala de aula e ameaça alunos e professores

MG: Coronel invade sala de aula e ameaça alunos e professores

  • 23/08/2019
  • EM.COM.BR

Caso, que repercute nas redes sociais, ocorreu no prédio do curso de Direito da Newton Paiva. Professora pede escolta para deixar faculdade.

O pai de uma aluna entrou em uma sala de aula da faculdade Newton Paiva, no Bairro Caiçara, na Região Noroeste de Belo Horizonte, para ameaçar alunos e professores. Estudantes denunciam que o caso aconteceu na noite da última quinta-feira no prédio do curso de Direito.

Testemunhas contaram que o Coronel da Polícia Militar Alberto Luiz entrou na sala de aula "muito alterado" procurando por uma aluna. Ele dizia que ela estava praticando bullying contra sua filha.

"Eu não gosto que façam qualquer palhaçada com minha filha. Eu sou pai. Nao me interessa se é sua aula", repetia o coronel, em áudio divulgado em redes sociais. "Se esse moço está com algum problema, pode vir conversar comigo", disse ele, ao se referir a um outro aluno.

A docente se mostra tão assustada que pede para que seja escoltada ao sair da faculdade com medo da ação do pai.

O Estado de Minas tentou contato com Coronel da Polícia Militar Alberto Luiz, mas não teve retorno até a publicação desta matéria. 

Em nota, a assessoria da Newton Paiva disse: "A Newton lamenta o ocorrido e mantém seus valores de acolhimento e apoio a todos os seus alunos, professores e colaboradores, indiscriminadamente."

A Newton esclarece que foi surpreendida pelo fato e que, nesse momento, "está apurando todas as circunstâncias para tomar as medidas cabíveis, resguardar a ordem, a segurança na instituição e oferecer, a todos os envolvidos, a assistência necessária para a superação do episódio".

A assessoria de imprensa da Polícia Militar disse que não vai se posicionar sobre, já que o militar é da reserva.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho